Publicado por: horusviana | 26/12/2016

Presépio protestante

Celeumas…
Estes dias uma pessoa próxima, evangélica, estava estudando a Bíblia e exprimiu como que ter achado algo “estranho” (creio que quis dizer “novo”). Perguntei se não seria estranho como se faltando uma página ou quiçá sete livros e uns capítulos… mordaz sempre.

Eis que sinto tal sensação estranha como faltando um pedaço quando vejo este presépio evangélico no facebook de uma amiga.

presepio-protestante

Chega a ser uma imagem insuportável da anti-catolicidade do protestantismo pentecostal: suprimiram Maria Santíssima e São José do presépio, e por consequência da história. Porque é esta uma das funções dos ícones: contar histórias piedosas – e não serem objetos de idolatria, como afirmam.

Em vez do Terço, orem um Pai-Nosso e contem dez carneirinhos.

presepio-protestante-2

Anúncios

A crise da Petrobras tem base em motivos racionais, insensatos e inacreditáveis. Apesar de demonizado, o mercado internacional explica irrefutavelmente um motivo muito racional para a crise atual e a dificuldade em dar fôlego a maior empresa do país. Este problema chama-se preço. Se você produz/compra, por exemplo, tomate a $1,00 e vende a $2,00, seu lucro operacional (ou seja, desconsiderando impostos e outros gastos) é de $1,00, o que, olhando por cima – e vendendo muito – é uma margem considerável. Já se você produz/compra aos mesmos $1,00 e vende a $1,10, a coisa fica diferente, e de novo olhando por cima, talvez esteja crítica. Há muitas variáveis.

O mercado geralmente aponta duas saídas – ou você reduz os gastos ou aumenta a tecnologia (tipo um tomateiro que produza muito mais frutos que o normal, com um pouco só mais de gasto). Quem sabe a coisa melhore ou saia ainda melhor que antes. Há ainda muitas variáveis.

No caso da Petrobras, há o dólar em alta, o petróleo em baixa, preços quase congelados, dívidas em dólar, etc, etc, etc. A maioria dos fatores, repentinos, simultâneos e inesperados. Ainda assim, eles explicam – racionalmente – o que acontece, e melhor ainda, dependendo do que muda, sabe-se mais ou menos no que dá.

Do insensato, sabemos bem. O uso político, pelo governo petista, da maior empresa deste país, e que além de muito amor e votos sinceros de bem (no campo abstrato) para esta galinha dos ovos de ouro, tem que saber gerenciá-la concretamente – pois é mesmo dono de ao menos metade da galinha. Pois bem, ao congelar o preço dos combustíveis, seguraram a inflação (o povo agradece), mas prejudicaram a empresa, e ainda um pouco mais. Ainda vai Mensalão e Petrolão na conta, e a mídia cai em cima. As imagens que aparecem na TV mostram dutos e tanques em perfeito estado de deterioração para simbolizar o escândalo.

Resultado de imagem para petrobras

Agora, o impensável é a FUP parecer que requer também seu quinhão dos usos políticos-ideológicos durante a greve que tem por objetivo declarado impedir o desmonte da empresa e nenhum benefício a menos aos trabalhadores. A entidade dá às vezes a entender que Pauta pelo Brasil é mais por si que pelo Brasil, mais pelo Brasil que pela Petrobras, mais pela Petrobras que pelos seus empregados.

Poderemos ter, por exemplo, a Petrobras como viabilizadora da reforma agrária. Uma das propostas é que a empresa implemente em suas unidades um menu de alimentação saudável sem agrotóxicos, favorecendo parcerias com a agricultura familiar[1]. Será por isto que o MPA (Movimento dos Pequenos Agricultores) resolveu apoiar a luta também?[2] (Em outras palavras, seria esta a condição de apoio?)

As entidades MPA e FUP, filiada à CUT, ao que se sabe eram da “situação”, mas agiram assim no ataque frontal contra a poderosa chefona. Artigo na página da FUP [3] tenta equilibrar nas mesmas palavras o seu apoio ao governo contra um jogo político do capital privatista internacional que a tentou derrubar nas urnas, mas ao mesmo governo que foi favorável às vendas de ativos em curso pós-eleição. Conforme veiculado na mídia, ao lado do coordenador-geral da FUP, José Maria Rangel, saindo de mesa de negociação na sede da Petrobras, manifestantes gritavam: “Dilma, a culpa é sua, a greve continua”[4]. Será que haverá palavras na língua portuguesa para equilibrar ou desdistorcer esta feita? Ambos os casos, só o avesso do avesso do avesso.

Ainda, em sua Pauta Política [5], querem que a Petrobras, ela mesma, debata a incorporação de suas subsidiárias, sendo que tal distinção entre holding e subsidiárias se deu em alguns casos por força da lei. Para isto, quem sabe um bom lobista delator premiado possa resolver num curto prazo de espera até terminar sua curta pena, ou quem sabe melhor, inocentado! De preferência experiente em condenações.

Aguarda-se o desenrolar dos próximos capítulos e o desentupir do noveloduto, com todos os adjetivos da revolução. Por fim, a simples luta (histórica) será proclamada como vitória (contra o ódio de classe), ainda que por garantir promessas de comissões mistas para avaliar futuramente alguma coisa, do campo do impensável, que não será na prática implementada. As baixas, entretanto, são reais, mensuráveis, imediatas e cumulativas para a empresa.

Nesta posição ideológica, o que é bom e o que é correto depende do que é bom e correto para avançar a luta de classes. Dialética e coerência são coisas de burguesia.

 

[1] http://www.fup.org.br/greve-2015/item/18563-a-greve-continua-avanco-da-negociacao-so-sera-garantido-na-luta

[2] http://www.fup.org.br/ultimas-noticias/opiniao/item/18481-movimento-dos-pequenos-agricultores

[3] http://www.fup.org.br/ultimas-noticias/opiniao/item/18524-gilberto-cervinski

[4] http://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2015/11/09/reuniao-entre-petrobras-e-fup-termina-sem-avancos-greve-continua.htm

[5] http://fup.org.br/campanhas/campanha-dos-petroleiros-2015-defender-a-petrobras-e-defender-o-brasil/item/17832-pauta-politica-unificada-protocolada-na-petrobras

Publicado por: horusviana | 10/12/2016

Reflexões sobre “Raridade” de Anderson Freire

Anderson Freire tem o mérito próprio de quem nasceu em Cachoeiro do Itapemirim, lugar onde só pus os pés de passagem, mas é a terra sagrada de nascimento de minha avó D. Maria Azulina Viana Pinto, e do um pouco mais famoso, Roberto Carlos. Claro, pesquisei isto na Wikipedia e me surpreendi já pontuando o rapaz barítono (mais um ponto), e verificando que Raridade não é o primeiro de sua longa lista de sucessos interpretados pelo panteão gospel.
Esta reflexão acabei tendo assistindo a uma missa e após a homilia meu padre carismático fez seu momento “ponha a mão no seu coração, feche seus olhos”, e o ministério de música cantou o famoso refrão, não me lembro em que contexto, mas que a musica se encaixava propriamente. Ou seja, seu sentido antropocêntrico, otimista e presunçoso da Graça – mas que às vezes cai bem.

“Você é um espelho, que reflete a imagem do Senhor”

Refletir uma imagem é sem dúvida o objetivo de qualquer espelho, mas isto é o espelho IDEAL. Um espelho embaçado, empoeirado, muitas vezes não nos vem à mente, e minha preocupação, que se pergunta em primeiro lugar “que tipo de espelho eu sou?” , acabei enxergando que as pessoas tem se preocupado em se proclamar espelhos sem se preocupar, no seu íntimo, se tem condições de sê-lo. Ao cantar a música, muitos de nós nos imaginamos o espelho limpo, grande, próximo o suficiente e na posição certa de refletir o que se deseja. Entretanto, em vez de dar como certa a imagem que a música quer despertar em nós de auto-compaixão, vamos nos analisar como espelhos:

  • Estamos ou buscamos estar limpos o suficiente para a imagem do Senhor ser nitidamente refletida?
  • Estamos próximos o suficiente de Deus, para que o reflexo  não seja apenas um pequeno ponto na imagem refletida?
  • Estamos na posição certa, para que a imagem seja projetada onde efetivamente se precisa? Estamos próximo dos próximos, dos necessitados, ou nossa atenção se volta exclusivamente para interesses particulares? Estamos escondidos? Estamos desviando a imagem de Deus, aderindo parcialmente à verdade da Fé conforme nossas próprias comodidades?

“Não chore se o mundo ainda não notou”

Um espelho decorativo geralmente chama atenção não pelo vidro, mas pela moldura. Mas a moldura não faz parte da imagem. Antes, limita-a. Um espelho perfeito é um espelho que não se nota. Na perfeição do Evangelho, a frase deve ser invertida: chore, se te notam ainda.

“Já é o bastante Deus reconhecer o seu valor”

Sim, é verdade. E já seria o bastante para nós reconhecer que o nosso valor é Deus. O resto, tudo é vaidade.

“Você é precioso”

Resultado de imagem para meu precioso gollum
Agora entendi também onde foi parar o ouro de Ofir.

– nesta Sexta-Feira da Paixão, de coração recolhido mas sentindo o tremendo poder de Deus, encontrei este texto, que fortifica minha fé pessoal (que só o Senhor conhece) como também fortalece a minha fé ante o mundo. Texto muito bonito, profundo, com muitas verdades, algumas explicitamente bíblicas, só que sem citá-las. Boa leitura! –

Vou dizer por que não adoro Maria, a mãe de Jesus; porque ela não é deusa! E…ponto final! Mas vou dizer por que a amo, respeito, louvo e venero. É porque não é todo dia que uma mulher dá à luz um filho como Jesus… Jesus é incomum e sua mãe também é.

E vou dizer por que, além de falar com Jesus, eu também falo com Maria; é que eu creio que Maria não está dormindo o sono da espera pelo último dia da humanidade; ela está no céu, santificada e elevada pelo seu Filho. Falo a cristãos porque ateus não admitem nem Deus nem estes dogmas. Budistas, judeus e muçulmanos também não. Eles têm outros dogmas de fé.

Como creio que o sangue de Jesus tem poder e que Jesus Cristo salva o céu está repleto de santos alguns dos quais nós, católicos, retratamos e lembramos em imagens para não esquecer deles. Como não há humanos perfeitos tiveram seus limites, mas assim mesmo eram crentes e pregadores melhores do que nós.

Se Jesus salva a quem o segue, então é claro que a mãe dele está no céu porque Maria foi quem melhor o seguiu. Raciocinem comigo. Se Jesus ainda não levou nem a mãe dele para o céu, então Mateus exagerou; todo o poder não foi dado a ele… Se até agora ninguém entrou no céu, então a estação de baldeação onde ficam as almas à espera do último dia do planeta deve estar superlotado.

Intercessão

É por crer que o céu está repleto de humanos que Jesus salvou que peço intercessão dos salvos no céu e aceito também a dos que se proclamam salvos já nesta vida porque aceitaram Jesus. Se eles estão salvos a mãe de Jesus esta super-hiper-salva…É a razão pela qual peço a Maria que, lá no céu, ore por mim e comigo. Se padre e pastor podem interceder a Jesus por mim então a mãe de Jesus pode mais. Ela é mais de Jesus que todos nós juntos. Se aceito os intercessores da terra, que diante das câmeras, de manhã e de noite, em emocionados programas de rádio e televisão, dizem de boca cheia que vão orar e oram pelos seus fiéis, então eu posso acreditar nos santos do céu que Jesus já salvou. Entre os salvos escolhi Maria a mãe de Jesus para orar comigo e por mim e pelos que me pedem orações. Eu creio que ela está viva no céu. De Jesus ela foi quem mais entendeu neste mundo, e imagino que continue a ser no céu a que mais sintoniza com Ele.

Como creio que Jesus não era um simples homem e que ele de fato era o Filho eterno que se encarnou não tenho como explicar isso a um judeu, um muçulmano ou um ateu. Mas para cristãos parece-me lógico explicar por que razão não adoro Maria e por que razão eu escolhi a intercessão desta humana acima de qualquer outro cristão.

Não acho que Deus espera pelo toque da última trombeta para levar seus filhos para perto dele. Não esperaremos 10 ou 100 mil anos para entrar no céu. Jesus já disse que iria preparar-nos um lugar e que viria e levaria com ele os que ele resgatou. E penso que Maria foi o primeiro grande fruto da santidade de Jesus: santificou primeiro a mãe dele.

Se eu disser que Jesus foi um simples profeta e que ele não é o Cristo, nem tem poder algum, e que tudo foi empulhação dos primeiros cristãos, então terei que descartar Maria e situá-la no mesmo nível de qualquer mulher mãe. Mas, se eu aceitar que ele é do céu e que houve um tremendo momento da humanidade no qual Deus se manifestou assumindo a natureza humana, então, seja eu católico ortodoxo, ou evangélico, ou pentecostal, terei que louvar e enaltecer a mãe dele. Nunca houve mulher mais privilegiada do que ela. Pagou, com o filho o alto preço da redenção, porque mesmo sendo humana esteve lá de Belém até à cruz assumindo tudo com ele, da mesma forma que hoje nós nos associamos às dores dos outros em nome dele.

Vou dizer outra vez por que não adoro Maria. Eu só adoro a Deus e Maria não foi, não é, nem nunca será deusa. Mas vou dizer outra vez porque a coloco acima de todos os papas, bispos, padres e pastores do mundo. É que nenhum de nós conhece Jesus como Maria conheceu e conhece. A mãe dele foi o primeiro fruto de sua ação no mundo.

Se você me vir falando com Maria, não com a imagem dela, é claro, porque sei a diferença, pode apostar que é porque acredito no poder de Jesus Cristo e na sua promessa e porque também acredito em intercessão. Tenho um trato com o céu. Eu falo direto com o Pai, usando o nome do Filho que aqui se chamou Jesus, ou falo com Jesus que está no seio da Trindade, ou falo com os santos que ele salvou. E entre eles prefiro Maria a quem todos os dias peço que ore comigo e por mim agora e na hora de nossa morte.

Se você é cristão então não terá dificuldade de entender esse assunto de orar uns pelos outros. Se não for e achar essa doutrina estapafúrdia, continue achando. Ateus e outras religiões também têm seus credos estranhos ou estapafúrdios. Em nome do nazismo e do comunismo ou da ditadura do proletariado ou de uma raça, não defenderam no século passado Marx, Lenin, Stalin, Che Guevara e Fidel e, os da direita, Hitler, apesar das mortes que causaram? Cada qual aceita seus dogmas e faz suas faz a suas escolhas. Não mataram em nome de Jesus e de Maomé? Eu proclamo que os que deram a vida e não mataram estão no céu… Meus dogmas aceitos são muito mais suaves.

Escolhi crer que Deus existe e esteve entre nós e ainda se manifesta. Respeito quem não crê em Deus ou crê, mas não crê como eu. Espero o mesmo respeito. Não sou tão tolo quanto pareço, nem os que duvidam são tão espertos e humanitários quanto parecem. Vivemos de apalpar o tempo e a eternidade, sem saber o que fazer com ambos. Então, cada um defina sua vida a partir o que acha que entendeu. E ponto final!

 

 

http://www.padrezezinhoscj.com/wallwp/archives/5142
http://arteigrejacatolicamossoro.blogspot.com.br/2011/12/porque-nao-adoro-maria.html

Publicado por: horusviana | 15/10/2013

Links de um pouco de história cristã

Não querendo esgotar o assunto, nem querendo exibir ipsis litteris, transcrevo aqui alguns links de história e opiniões cristãs, das quais compartilho da maioria. Ao mesmo tempo que possa alcançar alguma divulgação, servirá como meu arquivo para o futuro. Só que nas nuvens…

Link:

http://cavaleiroconde.blogspot.com.br/2013/10/algumas-questoes-do-protestantismo.html

Réplica:

http://www.juliosevero.blogspot.com.br/2013/10/a-inquisicao-o-papa-e-o-suspiro-de.html

Tréplica:

http://catolicoscomfe.blogspot.com.br/2013/10/o-que-seria-dos-protestantes-sem-igreja.html#comment-form

http://cavaleiroconde.blogspot.com.br/2013/10/o-que-seria-dos-protestantes-sem-igreja.html

————————————-

Outra questão:

http://catolicoscomfe.blogspot.com.br/2013/09/a-celebracao-eucaristica-sobre-o-pano.html

e também, retoma, enfocando o NT.

http://catolicoscomfe.blogspot.com.br/2013/06/joao-6-eucaristia-e-os-protestantes.html

 

http://catolicoscomfe.blogspot.com.br/2010/10/oracao-repetitiva-e-proibida-pela.html

http://catolicoscomfe.blogspot.com.br/2013/09/uma-analise-sobre-os-santos-e.html

http://catolicoscomfe.blogspot.com.br/2013/09/resumo-das-principais-doutrinas.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/John_Henry_Newman

 

 

 

Publicado por: horusviana | 21/09/2013

Talentos campistas à vista

Minha terra tem cana onde canta o anu…

Se sua terra não tem então… canta o sabiá.

Meus lados poéticos à parte, hoje me surpreendi com mais um talento de Campos para o Mundo! Cacau Protásio, estrela de “Vai que cola” – programa em que me amarro – é legítima representante do elenco (global) que tem o pé na terrinha do açúcar e do petróleo.

Cacau Protásio

Cacau é nascida em Campos em 1975 (coroa, heim Teresão) e atua em teatro desde o ano 2000 e participa de novelas globais desde 2010, como atriz coadjuvante – no entanto protagonizou a memorável dancinha “Eu quero ver tu me chamar de amendoim” em Avenida Brasil, na xiquérrima mansão de Tufão. Está agora na estreante “Joia Rara”, novela das seis fazendo o papel de Lindinha.

Como mérito de sua notabilidade, deverá agora participar de reality “Na medida certa”.

Terezinha: grita que eu gosto!

Além, desta portentosa atriz, temos outros ainda, certamente deixarei alguém de fora, mas vale comentar:

Tonico Pereira: torcedor ávido do Goytacaz F.C., o Mendonça de A Grande Família está na telinha desde a primeira versão de Gabriela, e não se furta à oportunidade de aparecer com a bandeira do time querido, com direito até a um coro dos personagens cantando o hino do Goytacaz para recepcionar a sua mãe no programa semanal.

Tonico Pereira

Coincidência: já apareceu no Vai que Cola.

Juliana Knust – é de Niterói, mas todos de Niterói tem o pé no caldeirão campista. Pois é, estudei com a irmã dela. (dizem que era irmã dela. poucas semelhanças…)

 

E euzo:  sou campista e vim ser estrela na vice-capital potiguar.

É isso aí… não dê mole para campista, você já sabe: nem fiado, nem á vista.

Depois se der termino… vou pesquisar mais. Abraço!

Publicado por: horusviana | 26/01/2013

Ano ímpar e algum azar

Sempre ouvi falar que ano ímpar não dá tanta sorte como ano par. O perigo foi recitar isto, ainda que da boca pra fora algumas vezes em 2012.

Ao romper da aurora, 2013 não esperou para mostrar as suas garras. Fui preparar um digno almoço de Ano-Novo (lasanha de microondas e arroz de saquinho) para mim, minha noiva Cleciane e meus enteados. Como a noite foi um tanto longa, demoramos um pouco para resolvermos a hora certa de comer. Foi lá para duas da tarde o início do preparo.

Concluído o arroz, hora de aprontar a lasanha. De repente um barunho estranho no aparelho. Desliguei por precaução. Ele ainda acendia. Então, tirei da tomada…

[Sinal nº 1 do feliz ano-ímpar: Microondas Pifado.]

Sem solução para a fome, tivemos que procurar um lugar para comer em pleno feriado Universal, onde nada nada nada funciona numa cidade de interior de algum respeito como Mossoró. Hoje, meu lar.

Até que… lembrei do hotel que estive quando aportei nessas terras oleosoas, o Garbos (o qual fui informado ser o segundo melhor dos dois existentes na cidade), que tendo hóspedes, teria restaurante.

[Sinal nº 2 do feliz-ano-ímpar: Restaurante Lotado]

Tivemos todos a mesma ideia, e lá estava o restaurante lotado. Após uns vinte minutos conseguimos que os garçons nos dessem uma mesa semi-limpa, e sem falar da qualidade do atendimento, minimamente garantida pela intervenção do gerente. Mas nada que cure a raiva da galera trabalhado em pleno feriado Universal da Paz Mundial, Planetária…

Sorte duvidosa foi ver um homem com uma peruca horrível acariciar a genitália de uma dona com a mão na mesa ao lado, muito desagradável.

Mas ao chegar em casa ainda restava procurar pelas nota fiscal, que são todas armazenadas na mesma pasta organizadamente, por divisórias, junto com todos os documentos; pelo menos, devia estar na garantia e…

[Sinal nº 3 do feliz-ano-ímpar: NF desaparecida]

A ÚNICA Nota desaparecida era a bendita. Nem quis revirar mais, era assumir o preju, isso em pleno período de preparativos para mudanças residenciais, viajens, etc.

Por falar em mudanças, mudamos eu e minha noiva de uma de nossas casas. Isto é, mudamos do endereço nº 2, onde ela morava antes de nos conhecermos, e passamos todos para o end. nº 1, onde eu morava só antes de a conhecer. Uma despesa a menos. A casa já vivia fechada, só esperando darmos um jeito na mudança (juntar tudo nosso em uma AP menor). Enquanto não entregávamos a casa…

[Sinal nº 4 do feliz-ano-ímpar: A Pia Caída]

Não propriamente a pia, mas a pedra granito que fazia a mão-francesa. Depois que tiramos todo peso de cima e deixamos de usar, o suporte estatela no chão em três pedaços. A sote anda ao lado, e a única coisa que tivemos de ajeitar na casa foi a pedra.

Pulamos para dia 23/01. Enquanto o microondas está na fila para ser “olhado” por 20 reais, fora da garantia, recebo mais um sinal do mau humor astral para comigo:

[Sinal nº 5 do feliz-ano-ímpar: A TV Zebrada]

Recebo a notícia pelas mãos da minha noiva e minha sogra, hospedada em minha casa (sem comentários sobre sinais), e constato com meus olhos a situação, uma faixa com listras na minha TV, e nem preciso contar mais sobre o sinal nº 6…

[Sinal nº 6 do feliz-ano-ímpar: Outra Nota Fiscal]

A SEGUNDA ÚNICA nota desaparecida desapareceu mesmo, e dessa vez,  minha noiva sortudamente me fez conhecer a possibilidade de emitir uma 2ª via de Nota Fiscal. Então pra quê tantas preocupações para conservar aquele papel amarelinho??? E por quê não me falou nada sobre o microondas???

Fui à loja, confiante em Cleciane, nos 5 minutos últimos antes da loja fechar. Sorte. Consegui que imprimissem a nota, da TV que comprei em…

[Sinal nº 7 do feliz-ano-ímpar: O Defeito atrasado]

Pois é… a televisão deu defeito 9 dias depois de expirada a garantia…

– Você não comprou garantia estendida não? -  a caixa perguntou.

Adivinhem!

A sorte, é que diante da crise financeira mundial, o defeito, segundo fui informado, deve ser simples, talvez barato. Melhor que eu esperava, achei que não tinha solução, nem quem pretendesse resolver. A Autorizada Samsung para “Áudio e Vídeo” que contactei disse que não mexia com TV. Levei a uma desautorizada mesmo.

Mas nem tudo são impressões de um ano ruim. Não mesmo.

No trabalho, substituíram meu antigo gerente que me apoiava e me reconhecia muito, por um novo que está dando um novo fôlego às minhas atividades, sem diminuir a cobrança e a responsabilidade.

Na família, minha amada avó está se recuperando mais do incidente de 2012, e parece que não vai precisar de uma nova cirurgia. "Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco." (1 Tessalonicenses 5:18)

Nas realizações pessoais, Deus está me proporcionando este ano adquirir meu próprio lar, pelo qual me apaixonei desde que vi (e foi o primeiro que vi). Com sorte, receberei em um mês.

E no Amor, a melhor delas. 2012 me preparou as supresas que desejei por escrito nas minhas metas de Ano-Novo (o então Ano-Velho), ter um relacionamento gostoso e duradouro (ou seja uma namorada). Daí já foi o noivado, e vamos nos casar daqui a quinze dias, de papel passado, e selar esse amor lindo que ganhei de presente. Enfim, tenho novas perpecitvas as quais tinha desconsiderado na vida muito autocentrada.

Um espaço somente para uma declaração especial, embora não seja o texto mais adequado.

“AMOR, EU TE AMO, TE AMO, TE AMO, TE AMO, TE AMO DEMAIS”

DSC00661

Pensando no dilema otimista/pessimista creio que meu copo para 2013 está circunstanciamente UM CHEIO e MEIO VAZIO. Não muito vazio… meo cheio…

Publicado por: horusviana | 28/07/2012

Pau de Arara

Em Mossoró!!! Achei que era coisa de interiorzão.

Foto0007

Foto0006

Publicado por: horusviana | 28/07/2012

Eu vejo coisas invisíveis

Morri de preocupação de ter cruzado a linha da loucura, mas tenho sote que meu celular viu também, e inclusive esta a venda na Riachuelo em Mossoró.

Veja, se puder, AS MEIAS INVISÍVEIS

 

Foto0012

Foto0013

Eu sempre quis ter meias invisíveis… mas deu medo e não comprei não.

Publicado por: horusviana | 06/04/2012

Salvem o presunto da ignorância mossoroense!

Presunto_de_Barrancos

Presunto é um produto alimentar obtido a partir das pernas traseiras do porco, salgado em cru e curado de forma natural. (Fonte: Wikipedia)

Ocasionalmente em Mossoró venho sentindo ameaças à honra do presunto. Hoje foi dado o grito de guerra e empreendida a primeira batalha para salvar a memória deste alimento quase sagrado (na hierarquia dos alimentos, diz-se que o divino é o bacon) e exigir mais respeito dos estabelecimentos mossoroenses na comercialização do mesmo.

Hoje a atendente que me forneceu a iguaria tinha sorrisos lindos, inclusive na versão irônica.

Pois quando eu digo presunto, subentende-se que é suíno e sempre foi. No máximo, eu digo se quero com/sem capa, ou se é Sadia ou qualquer outro. Por outro lado, se eu peço “presunto de peru”, estou pedindo uma variação moderna do produto.

Não em Mossoró. Notei duas vezes indo ao supermercado que ao pedir presunto recebi de peru. Outra vez vasculhei a vitrine cheia de presunto genérico e perguntei se não tinha Sadia. A resposta:

“SÓ TEM SUÍNO”. Como quem diz “desculpa, só sobrou suíno” Então hoje entrei na fila premeditado pra pedir 300 gramas de queijo e 300 de presunto. Segue o diálogo:

Atendente: “Pronto.” (Outra mania de Mossoró dizer “pronto”).

Eu: “Por favor, quero 300 gramas de mussarela e 300 de presunto.” A atendente pega o queijo já fatiado, pesa, me entrega e olha para os presuntos suspeitos também já fatiados. Estica a mãozinha…

Eu: “Não, eu não quero presunto de peru, quero presunto comum. Suíno”

Atendente: “Mas o presunto comum é o presunto de peru. Presunto é feito de peru.”

Eu, em pensamento: “CALABOCA SERVIÇAL, EU CONHEÇO PRESUNTO E EU MANDO AQUI.”

Eu, educado mas nervoso, destesto bate-boca: “Não é, o presunto original é feito da pata traseira do… porco". Quase eles estão me persuadindo a trocar os bichos mas permaneço no caminho da verdade.

Atendente: “Ahé…????”

coringa

Sorriso irônico.

Acho que não convenci, e terei de voltar. Vou levar uma foto de um Pata Negra, que não é qualquer mortal que já comeu (nem viu um) e convencer os mossoroenses que presunto de peru é o resto do peru que não se vendeu no Natal e deram destino. Ou como ouvi, que o presunto de peru demora 3 dias para ser digerido.

Presunto_de_Chaves 

Estou certo quer não vim aqui trabalhar por acaso, existe uma missão muito mais profunda. Eu vim trazer a luz.

Older Posts »

Categorias

%d blogueiros gostam disto: