Publicado por: horusviana | 14/07/2008

Discrição, arte do silêncio

Bela tarde, umas palmas no portão:

[CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP]

Não notei se levantei tão rápido quanto um assustado ou o problema é genético mesmo mas sei que não demorei uma eternidade pra levantar uma tal suspeita, mas foi assim:

-BOA TARDE… é preciso ser simpático com essas pessoas q trabalham batendo no portão, dá uma pena… e dá boas histórias, sempre dá.

-Boa Tarde. TE ACORDEI???

[já deixei claro que não conheço tal pessoa, mas nao custa frisar. que é que ela tem com isso???]. Resposta:

-Não.

[de repente um surto de maldade me invadiu. Precisava inocular uma boa dose de simancol na criatura]

PORQUÊ, PARECE????  – agora fingindo muito bom humor…

vi seu rosto simpático sumir vermelho no meio do sol da tarde… então ela sentiu que não vendia mais um plano funerário sequer nesta casa. veja só, imagino ela me motivando a comprar, dizendo que pode morrer alguém de repente, inclusive eu. SAI AGOURO!!!

Senhorita, na dúvida, não ultrapasse, não pergunta. Faça-se de cega, não veja nenhum gordinho, descabelado (a não ser que queira financiar o meu corte, pelo que seria muito grato), grávida, não cumprimente efusivamente o anversariante (desconhecido),  eteceteras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: